3 – EFEITOS DOS EXERCÍCIOS DE ESTABILIZAÇÃO DINÂMICA E TÉCNICA DE ENERGIA MUSCULAR SOBRE RESULTADOS BIOPSICOSSOCIAIS SELECIONADOS PARA PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA INESPECÍFICA: UM TESTE DUPLO-CEGO CONTROLADO E RANDOMIZADO.

Técnica de Energia Muscular – Este e um material muito importante Por ser muito longo esta dividido em 3 partes – esta é a terceira  Técnica de Energia Muscular A Técnica de Energia Muscular (TEM) é um procedimento de relaxamento pós-isométrico dependente da direção da limitação de movimento na região toracolombar. A técnica é baseada nos… Continuar lendo 3 – EFEITOS DOS EXERCÍCIOS DE ESTABILIZAÇÃO DINÂMICA E TÉCNICA DE ENERGIA MUSCULAR SOBRE RESULTADOS BIOPSICOSSOCIAIS SELECIONADOS PARA PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA INESPECÍFICA: UM TESTE DUPLO-CEGO CONTROLADO E RANDOMIZADO.

2 – EFEITOS DOS EXERCÍCIOS DE ESTABILIZAÇÃO DINÂMICA E TÉCNICA DE ENERGIA MUSCULAR SOBRE RESULTADOS BIOPSICOSSOCIAIS SELECIONADOS PARA PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA INESPECÍFICA: UM TESTE DUPLO-CEGO CONTROLADO E RANDOMIZADO.

Exercícios – Este e um material muito importante Por ser muito longo esta dividido em 3 partes – esta é a segunda   Estabilização Dinâmica Os Exercícios de Estabilização Dinâmica (EED) são usados como uma abordagem de tratamento para melhorar as funções neuromusculares dos músculos centrais na manutenção da estabilidade dinâmica da coluna e do tronco. Os… Continuar lendo 2 – EFEITOS DOS EXERCÍCIOS DE ESTABILIZAÇÃO DINÂMICA E TÉCNICA DE ENERGIA MUSCULAR SOBRE RESULTADOS BIOPSICOSSOCIAIS SELECIONADOS PARA PACIENTES COM DOR LOMBAR CRÔNICA INESPECÍFICA: UM TESTE DUPLO-CEGO CONTROLADO E RANDOMIZADO.

1 – Efeitos dos exercícios de estabilização dinâmica e técnica de energia muscular sobre resultados biopsicossociais selecionados para pacientes com dor lombar crônica inespecífica: um teste duplo-cego controlado e randomizado.

Introdução – Este é um Material muito importante. Por ser muito longo esta dividido em 3 partes – esta é a primeira   Efeitos dos exercícios de estabilização dinâmica e técnica de energia muscular sobre resultados biopsicossociais selecionados para pacientes com dor lombar crônica inespecífica: um teste duplo-cego controlado e randomizado.     INTRODUÇÃO E… Continuar lendo 1 – Efeitos dos exercícios de estabilização dinâmica e técnica de energia muscular sobre resultados biopsicossociais selecionados para pacientes com dor lombar crônica inespecífica: um teste duplo-cego controlado e randomizado.

TERAPIA MANUAL EM ADULTOS COM CEFALÉIA TENSIONAL: REVISÃO SISTEMÁTICA

TERAPIA MANUAL EM ADULTOS COM CEFALÉIA TENSIONAL: REVISÃO SISTEMÁTICA   INTRODUÇÃO   A cefaleia tensional (CT) é definida como dor holo-craniana, ou seja, dores ou sensação de pressão que abrange toda a cabeça, sendo a CT a mais prevalente entre as dores de cabeça. A eficácia da terapia manual (TM) no tratamento de CT parece… Continuar lendo TERAPIA MANUAL EM ADULTOS COM CEFALÉIA TENSIONAL: REVISÃO SISTEMÁTICA

6 – Melhores práticas – Diretrizes lombar, cervical e outras

Este é um Material muito importante. Por ser muito longo esta dividido em 6 partes – esta é a sexta e ultima. Algumas das condições da dor músculo esquelética crônica mais comuns.  (1) lombalgia, (2) dor no pescoço, (3) cefaléia tensional, (4) Osteoartrite de joelho e quadril e (5) fibromialgia.   Dor lombar crônica: Considerações… Continuar lendo 6 – Melhores práticas – Diretrizes lombar, cervical e outras

5 – Melhores práticas – tratamento

Este é um Material muito importante. Por ser muito longo esta dividido em 6 partes – esta é a quinta. Avaliação de resultado 1 – Use medidas de resultado relatadas pelo paciente validadas para avaliar os sintomas e características do paciente e para avaliar o progresso ao longo do tempo. Algumas medidas de resultado relatadas pelo… Continuar lendo 5 – Melhores práticas – tratamento

4 – Melhores práticas – diagnóstico

Este é um Material muito importante. Por ser muito longo esta dividido em 6 partes – esta é a quarta. História e exame físico 1 – Reconhecer o efeito dos fatores psicossociais na fisiologia da dor crônica. A fisiologia da dor crônica pode ser diferenciada em tipos de sensibilização nociceptiva, neuropática e/ou central. No entanto, a fisiologia… Continuar lendo 4 – Melhores práticas – diagnóstico

3 – Melhores práticas – Recomendações

Este é um Material muito importante. Por ser muito longo esta dividido em 6 partes – esta é a terceira   Considerações gerais para o gerenciamento da dor crônica 1 – Enfatize o modelo biopsicossocial. De acordo com a recomendação de organizações como a AHRQ e a Sociedade Internacional para o Estudo da Dor (IASP), o… Continuar lendo 3 – Melhores práticas – Recomendações

2 – Melhores práticas – Definições

Este é um Material muito importante. Por ser muito longo esta dividido em 6 partes – esta é a segunda Com base na literatura, precedemos o processo de consenso Delphi com definições de terminologia chave para que os membros do painel fiquem “na mesma página” ao avaliarem as declarações. Terminologia de dor crônica Dor crônica:… Continuar lendo 2 – Melhores práticas – Definições

1 – Melhores práticas – Introdução

Este é um Material muito importante. Por ser muito longo esta dividido em 6 partes – esta é a primeira Introdução A prevalência da dor aumentou entre os adultos dos Estados Unidos em 25% de 1998 a 2014, de acordo com um relatório de 2019, com 41% relatando dor no período de 2013-2014. Pelo menos… Continuar lendo 1 – Melhores práticas – Introdução