De acordo com a “Sociedade Internacional de Dor de Cabeça” a enxaqueca crônica é definida por: “dor de cabeça que ocorre em 15 ou mais dias por mês, por mais de três meses, em pelo menos 8 dias consecutivos”.  As mulheres entre 18 a 49 anos são as mais acometidas, levando a um alto custo para o tratamento.

A enxaqueca é uma síndrome multifatorial e deveria ser tratada por uma equipe multidisciplinar, mas normalmente a abordagem é farmacêutica (com remédios), mesmo com os riscos dos efeitos colaterais.

A Terapia manual é uma escolha para o tratamento, com enfoque nos estímulos que provocam a dor, na tensão muscular e nas alterações articulares das vertebras cervicais, bem como, nas mudanças comportamentais oriundas do stress ou evento traumático.

Os fatores de risco associados com a cronificação e reverência da Enxaqueca estão apresentados abaixo 

  • Obesidade
  • Ronco
  • Desordem do Sono
  • Ingestão excessiva de cafeína
  • Desordens psiquiátricas e psicológicas (Depressão e Ansiedade)
  • Níveis altos de dores de cabeça frequentes
  • Excesso de medicamentos abortivos para enxaqueca
  • Grandes mudanças de vida
  • Desordens da cabeça e pescoço
  • Estímulos na pele que não provocariam dor, agora provocam
  • Sexo feminino
  • Distúrbios de dores comórbidos
  • Baixo status socioeconômico

O tratamento através da Terapia Manual envolve ações na biomecânica, na neurofisiologia e na psicologia tendo um efeito direto na mecânica da coluna cervical e no aumentando dos limiares de dor local.

Este estudo utilizou: mobilizações, manipulações e ações nos tecidos moles  e o protocolo está apresentado abaixo.

  • Avaliar a postura da parte superior do corpo na posição sentada
  • Avaliar a amplitude de movimento ativa e passiva do pescoço
  • Avaliar a amplitude de movimento da cintura escapular completo
  • Avaliar a articulação temporomandibular
  • As áreas de tratamento foram identificadas na posição sentada
  • Utilizado: mobilizações, manipulações e liberação dos tecidos moles na posição sentada
  • Avaliado: cintura escapular, pescoço e cabeça em supino e prono
  • A terapia Manual foi realizada em posição supina (para cima) e prona (para baixo)
  • Seguindo as sessões um esboço foi usado para recordar
  • O total de 30 min foi distribuído para cada parte da sessão

Resultados estatisticamente significantes: redução na pontuação do Teste de Impacto da Cefaleia, em uma média de -8,74; redução no uso de medicamentos e na frequência de enxaqueca.

Podemos concluir que a terapia manual é eficaz para diminuição do Impacto da Cefaleia na qualidade de vida, na diminuição do uso de medicamentos como tratamento e também da frequência de aparecimentos dos episódios de enxaqueca

Para quem busca um tratamento é fundamental procurar um profissional que seja detalhista com o que faz e que tenha um bom método pois isso vai interferir com o resultado do tratamento.

 

Fique atento!

Você se identificou com o tema que apresentamos?

Nós do Nutri & Fisio Ltda podemos te ajudar!

Nosso atendimento é 100% individualizado e o tratamento é direcionado para solucionar os sintomas que te incomodam.

Entre em contato conosco e agende sua avaliação: (19)34118316

  • por

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *